Rua Celso de Azevedo Marques, 256

11 2601.4000

11 99558.8189

Seg - Sex: 8hs - 18hs/ Sáb: 9hs - 14hs

Perguntas Frequentes

Você tem um blindado. E agora? É ótimo contar com toda essa segurança, mas é preciso lembrar que esses veículos demandam cuidados específicos. As dúvidas são muitas, por isso separamos algumas dicas para a melhor preservação do seu automóvel. Confira:

Atualmente, com os avanços tecnológicos, uma blindagem pesa de 135 a 160kg, variação que ocorre de acordo com o modelo dos vidros e veículo.

A blindagem parcial não é permitida pelo Exército Brasileiro, pois não garante a segurança dos ocupantes do veículo.

A delaminação é o processo de descolamento que ocorre entre as camadas de vidro e de policarbonato, que constituem o vidro balístico.

Depende do tamanho e local da trinca que ocorreu no vidro. Por isso, diante de qualquer suspeita, é preciso entrar em contato com a assistência técnica para que seja feita uma análise.

Ela pode ocorrer devido a três fatores: impacto, choque térmico e abrir e fechar as portas do veículo com os vidros abaixados. É ideal seguir todas as recomendações da blindadora, conforme manual de garantia.

Os vidros dianteiros permanecem operáveis, baixando até 100% dependendo do modelo. Os vidros traseiros são mantidos fixos por questões de segurança.

É possível manter a transparência do teto solar, mas não sua abertura, conforme Portaria 55 – Art. 62.

É utilizado um dispositivo conhecido como cinta de roda, que mantem o pneu preso à roda, mesmo que furado. Permitindo que o veículo rode por mais alguns quilômetros.

Não. É possível preservar a maioria dos recursos originais do veículo.

Antigamente o carro blindado chegava a pesar 400kg, o que fazia com que muito dinheiro fosse perdido na hora da revenda. Com avanços tecnológicos, como a manta de aramida e vidros mais finos, eles estão cada vez mais leves, fazendo da blindagem uma espécie de acessório que foi adicionado ao veículo.

0

×